Translate

VOCÊ PEGA UMA COISA E TRANSFORMA EM OUTRA. NÃO É APENAS RECICLAGEM, É ARTE!

Desde a pré-história, a arte sempre teve um sentido transformador, que não precisa de justificativas.
Esta para confundir, perturbar, provocar e incitar o espectador... um convite a reflexão sobre questões filosóficas e cotidianas.


O propósito do blog é: a experiência da ressignificação, de somar conhecimentos sobre a matéria que está sendo tratada. Especialmente aquelas que são complexas em locomover o objeto de estudo ao laboratório, por exemplo, na Astronomia. A observação junto com a experimentação, fazem parte de um método científico que trabalha de maneira complementária e permite realizar a verificação empírica dos fenômenos.

É a ressignificação da mente humana.

É a simplicidade e complexidade em um mesmo trabalho, transcendendo os limites físicos e lúdicos.

A RECICLAGEM MATERIAL , NÃO É A FINALIDADE DO BLOG.

E frente a ressignificação no que concerne a conscientização ambiental:

A relação consumista precisa ser reeducada,pois a raiz de impactos sociais e ambientais, é o consumo desenfreado, desequilibrado e descarte inadequado!

O consumo consciente ajuda a diminuir impactos negativos no meio em que vivemos.
Precisa-se ressignificar os pensamentos e conscientizar da vida em coletivo; conciliar o meio social e o natural ; e reavaliar a aprendizagem humana na perspectiva de reintegração pessoal, social e educacional.


SUSTENTABILIDADE NÃO É SÓ MEIO AMBIENTE. TEM A VER COM LEGADO E RELAÇÕES HUMANAS. É um ato de civilidade, faz parte de uma harmonia social que demonstra respeito pelo próximo e torna a sociedade mais justa.

Renata Bravo
brincadeirasustentavel@gmail.com
ORAI E VIGIAI

Bem vindo e muito obrigada pela visita!

Plasticidade quer dizer MOLDÁVEL. Ter capacidade de se transformar, é uma das características do nosso sistema nervoso. A plasticidade neural é uma propriedade intrínseca do ser humano que acontece durante a aprendizagem ou durante as mudanças compensatórias causadas por uma lesão. Até pouco tempo acreditava-se que a plasticidade existia somente na infância, ou seja, enquanto o cérebro não teria se formado completamente. Atualmente sabe-se que milhares de neurônios são criados diariamente também no cérebro adulto, gerando mudanças contínuas durante toda a vida.

A arte é perfeita,
é moldável ,
é alcançável,
é transformadora.

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Matrioskas e kokeshis


 A matrioska colabora no desenvolvimento da coordenação motora, raciocínio lógico e concentração.
Também oferece uma introdução à matemática, trabalhando noção espacial, conceito de menor/maior, dentro/fora. 




As tradicionais bonecas russas feitas de madeira, aqui foram feitas com diversos materiais. 














-----------------------------------------------------
Se a Rússia possui as suas famosas bonecas matrioska ou mamuska, ambicionadas por colecionadores e compradores de suvenires, o Japão possui as suas kokeshi, também cobiçadas por colecionadores e turistas em visita àquele país.
As kokeshi tradicionais, cujo tamanho pode variar de alguns centímetros a mais de um metro de altura,  são feitas à mão, em madeira torneada, geralmente de forma cilíndrica, e pintadas também à mão. Possuem um tronco simples, uma cabeça grande, o rosto pintado com linhas finas, sendo o corpo geralmente decorado com motivos florais. São envernizadas com uma camada de cera e trazem sempre a assinatura do artista. O mais interessante é que uma boneca não tem o rosto igual ao de outra.
Essas bonecas surgiram há cerca de 150 anos, quando as famílias de camponeses, no norte de Honshu, a maior ilha do Japão, que antigamente tinha o nome de Hondô, aproveitavam as longas noites de inverno para criá-las. Assim como as matrioska russas, as kokeshitambém não possuem braços e nem pernas, mas ao contrário dessas, a cabeça muitas vezes gira. Mas as bonecas não se encaixam umas nas outras, como no caso das primeiras.
Atualmente existem mais de 250 tipos de kokeshi, de acordo com o número de famílias artesãs, que por sua vez são classificadas em 10 tipos principais, de acordo com o lugar de origem: Kijiyama, Nambu, Narugo, Hijiori, Sakunami, Tsuchiyu, Tôgatta, Tsugaru, Jajirô e Zaô. Essas famílias vivem, principalmente, nas montanhas e nos povoados do norte de Honshu.
A origem exata das bonecas kokeshi é desconhecida, mas a imaginação japonesa é fértil na tentativa de explicá-las, tendo criado muitas lendas. Mas podem estar ligadas a um talismã ou a um amuleto, oboko, com a cabeça feita de papel marchê e cabo de madeira leve, colocado na cabeceira das mulheres em trabalho de parto, para que as levasse a parir um menino, em vez de menina. Essas bonecas também são tidas como símbolos sexuais, provavelmente pela forma fálica, embora os artesãos modernos, encontrados hoje nos grandes centros, venham as criando apenas com fim meramente decorativo.
As kokeshi tradicionais deram lugar a outros tipos criativos, depois da Segunda Guerra Mundial. Esses não seguem a tradição, e o artista tem total liberdade criativa no que diz respeito à forma, material, cores e desenhos. Contudo, apesar dos diferentes estilos, todas as bonecas kokeshi são baseadas na filosofia de que “são a harmonização da beleza e da arte com simplicidade”.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.